Seja bem-vindo
Maceió,13/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos fomenta eventos alusivos ao Mês da Consciência Negra

Superintendência de Políticas para a Igualdade Racial garante apoio a atividades que destacam a luta pela equidade racial e a memória de Zumbi dos Palmares

secom/AL
Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos fomenta eventos alusivos ao Mês da Consciência Negra Semudh está dando suporte na divulgação e logística de eventos alusivos ao novembro da Consciência Negra. Foto: Ascom Semudh
Publicidade

No mês de novembro, a luta do povo negro por liberdade e contra a opressão intensificam os debates sobre equidade social. Além disso, o período celebra a memória e legado de Zumbi e do Quilombo dos Palmares, símbolos de resistência contra a escravidão. Assim, a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos - SEMUDH, por meio da Superintendência de Políticas para a Igualdade Racial, vem atuando como parceira em diversos eventos que destacam a luta pela equidade racial, promovidos em alusão ao dia 20 de novembro, onde celebra-se o Dia da Consciência Negra.

Atividades culturais e acadêmicas estão sendo realizadas em Maceió e União dos Palmares, onde situa-se a Serra da Barriga, símbolo máximo de Palmares. Às ações, festividades e cerimônias visam atrair não apenas turistas e locais, mas também pesquisadoras e pesquisadores negros de todo o Nordeste.


Na última sexta (10), teve início na capital alagoana o "Vamos Subir à Serra", o maior projeto afro-cultural do Norte-Nordeste. O evento, que está em sua 7ª edição, é organizado pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô e tem o apoio da SEMUDH, que está dando suporte direto na divulgação e execução das ações estratégicas do evento. Em sua programação constam palestras, oficinas, exposições de empreendedores negros e indígenas, apresentações culturais e uma diversa feira gastronômica. As atividades acontecem em Maceió até o dia 15 de novembro e prosseguem do dia 16 ao dia 18 em União dos Palmares.


Já no sábado (11), começou o IV Congresso de Pesquisadoras e Pesquisadores Negras e Negros, COPENE - Nordeste. O evento, que acontecerá até o dia 15, tem como tema: “Duas décadas das Ações Afirmativas - O legado de Palmares e o futuro das políticas públicas”. O congresso reúne pesquisadores e representantes de entidades e movimentos negros de todo o Nordeste e está sendo coordenado pelos Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) e Instituto Federal de Alagoas.


“É muito valioso para Alagoas sediar esses eventos, nosso Estado é reconhecido por seus heróis Aqualtune, Ganga Zumba, Dandara e Zumbi e por seu território sagrado, o Quilombo dos Palmares. Território esse que será palco para o resgate e valorização da nossa cultura, mas também para debates sobre políticas públicas, refletindo sobre nosso passado e principalmente tudo o que ainda temos a conquistar”, destacou a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Maria Silva.

A Semudh apoiará também o 3º Encontro Nacional da Coalizão Negra por Direitos, que tem como tema: “Enquanto houver racismo, não haverá democracia”. O evento terá início neste sábado (18) e percorrerá até o dia 20.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.