Seja bem-vindo
Maceió,23/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

CRB vence ASA novamente e é tricampeão alagoano

Com gols de Hereda, Anselmo Ramon e Matheus Ribeiro, Galo faz 3x1 no Fantasma e faz a festa da torcida no Rei Pelé; Didira descontou de pênalti

tribunahoje.com
CRB vence ASA novamente e é tricampeão alagoano Foto: Reprodução
Publicidade

O CRB sagrou-se tricampeão alagoano neste sábado (6) após fazer 3x1 no ASA no Estádio Rei Pelé lotado. O resultado veio coroar uma campanha quase perfeita. O Galo só perdeu um jogo e foi justamente para o alvinegro arapiraquense, ainda na primeira fase quando utilizou um time reserva. O título é o 34º da história regatiana no estadual e o quarto tricampeonato do clube.

Os gols foram marcados por Hereda no primeiro tempo, Anselmo Ramon e Matheus Ribeiro, no segundo. Didira marcou de pênalti para o ASA na etapa inicial. A partida ficou marcada por uma confusão generalizada que gerou três expulsões no final do jogo.

A premiação que o CRB recebe pelo título é de R$ 100 mil. O alvinegro fica com R$ 50 mil pelo vice-campeonato. Ambos estão classificados à Copa do Brasil de 2025 e o ASA tem garantida a vaga na Série D do próximo ano.

Agora, o Galo foca nas quartas de final da Copa do Nordeste, quando na próxima terça-feira (9), às 20 horas, no Estádio Rei Pelé enfrenta em partida única o Botafogo da Paraíba.

O ASA vai seguir preparação para o Campeonato Brasileiro da Série D. A estreia acontece no final do mês, por volta do dia 29, contra o Sergipe em Aracaju.

O jogo

O CRB começou melhor a partida. Já aos oito minutos de jogo, Léo Pereira tentou cruzar, a bola desviou na zaga alvinegra e sobrou para Gegê. O meia chutou alta e a bola acabou indo direto no travessão.

O Galo seguiu pressionando. Léo Pereira teve chance em chute de fora da área, mas a bola apenas passou à frente do gol de Bruno Pianissola.

O gol veio de onde o CRB começou a encontrar espaços, pela direita, com Hereda. Aos 28 minutos, O lateral puxou para do meio e, sem marcação na entrada da grande área, chutou rasteiro de canhota e abriu o placar para a festa do torcedor regatiano que lotou o Estádio Rei Pelé.

Veja o gol:

O ASA acordou ao tomar o gol e começou a aparecer mais no campo de ataque. E após uma dessas idas à frente, aos 31 minutos, Wescley recebeu passe da ponta esquerda e desviou para o gol. A bola bateu no braço de Fábio Alemão. A princípio, o juiz não deu nada a mandou seguir.

Confira o lance:

O VAR acionou então o árbitro Paulo César Zanovelli para revisão do lance, indicando pênalti e dando cartão amarelo a Fábio Alemão. Após rever o lance, o juiz confirmou a penalidade. Didira foi para a bola e deixou tudo igual aos 34 minutos.

Assista o gol:

Tanto ASA como CRB tiveram nos minutos finais do primeiro tempo algumas chances, mas o placar da etapa inicial ficou mesmo em CRB 1x1 ASA.

No segundo tempo, parecia que a partida ia ficar no empate e o Galo com o título, porém aos 37 minutos, em cobrança de escanteio, a bola foi desviada e foi em cima do artilheiro. Anselmo Ramon bem posicionado marcou para fazer o 2x1.

Veja:

O gol chegou a ser avaliado pelo VAR, mas foi confirmado. Aí veio a confusão aos 39 minutos. Em jogada na lateral direita do ASA, o time de Arapiraca iniciou reclamação por uma cotovelada de Matheus Ribeiro e começou uma briga generalizada com troca de chutes, socos e agressões verbais.

Confira o princípio da briga:

Após análise do VAR, o juiz foi chamado e expulsou Anselmo Ramon e Caio César do CRB e Paulinho, do ASA. Porém, Caio já havia sido substituído e a partida seguiu com 10 jogadores de cada lado.

E depois o CRB ainda fez o terceiro. E foi exatamente Matheus Ribeiro, envolvido na confusão, que chegou na área para finalizar e matar a partida e o campeonato. Final CRB 3x1 ASA com o agregado: CRB 4x1 ASA e Galo tricampeão.

Confira o último gol:

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.