Seja bem-vindo
Maceió,13/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Danilo fala em tom de despedida e pede paciência da torcida com jovens jogadores da seleção

noticiasaominuto.com.br
Danilo fala em tom de despedida e pede paciência da torcida com jovens jogadores da seleção Reprodução
Publicidade

Capitão da seleção brasileira nesta Copa América, o lateral-direito Danilo falou em tom de despedida após a eliminação do Brasil nas quartas de final, diante do Uruguai, na noite deste sábado, e pediu paciência com os jogadores mais jovens da equipe. Na avaliação do experiente atleta, a nova geração mostrou ao longo da competição que "temos futuro" para a seleção nas competições internacionais.

Publicidade
"Essa equipe jovem demonstrou que pode fazer grandes coisas. Espero que o pessoal tenha um pouco de paciência. É justa (a cobrança) porque faz tempo que o Brasil não ganha algo. Mas que tenha paciência com esses jovens, não digo comigo porque não sei quanto tempo ainda tenho na seleção. Na verdade, não sei se tenho mais tempo na seleção", declarou Danilo.

Jogador mais velho da seleção na Copa América, o lateral de 32 anos fez mistério sobre o seu futuro na seleção. "Eu não sei ainda... Vamos ver o que acontece", desconversou. "É uma honra enorme poder estar com um grupo deste, onde teve muito trabalho, muito profissionalismo, muita entrega. Como eu disse, espero que exista, sim, a cobrança, mas que também tenha paciência porque a molecada, o Endrick, o Savinho, eles precisam de suporte. São pessoas de qualidade."

"Minha preocupação é com os meninos, que também precisam se acostumar com a pressão de defender a seleção brasileira. Claro que também precisam ganhar alguma coisa. Mas hoje o Brasil demonstrou que está preparado, respeitando o processo, fazendo aquilo que precisa fazer. É uma pena o resultado porque o Uruguai até então era a sensação da competição. Fez nove pontos, um montão de gols. E nós fizemos, segundo a minha avaliação, muito igual, com condições total de ganhar. Não tem prêmio de consolação, mas demonstra que existe um futuro", declarou Danilo.

O Brasil se despediu da Copa América nas quartas de final após um empate sem gols com o Uruguai no tempo normal, apesar de a seleção brasileira ter vantagem numérica na reta final da partida. Nandez foi expulso de campo aos 28 minutos do segundo tempo.

"Talvez tenha faltado aproveitar a superioridade numérica na reta final da partida e ser mais efetivo em um ou duas ocasiões claras que tivemos. Difícil falar agora porque a gente lutou porque nos apresentamos da maneira justa, com qualidade, com a luta que tinha que ter. E foi para os pênaltis, que é muito trabalho também, não tem nada de loteria", comentou o lateral.

Um dos jogadores citados por Danilo, Endrick foi titular neste sábado, ocupando a vaga do suspenso Vinícius Júnior. Ao fim da partida, o jovem atacante lamentou sua primeira decepção com a camisa da seleção.

"Estou muito triste porque é difícil ser eliminado, ainda mais nos pênaltis. Vamos seguir com a cabeça em pé. É o que precisamos fazer porque a gente quer colocar o Brasil no topo de novo. Mas, infelizmente, não foi desta vez. Vamos continuar trabalhando, seguir a preparação para a Copa. Espero que tenhamos o apoio de todos os brasileiros. Sei que neste momento é muito difícil. Mas o apoio será essencial para nós", declarou.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.