Seja bem-vindo
Maceió,18/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade
Publicidade

Repórteres da Globo assumem namoro e jornalista revela traição: 'Madrinha do meu casamento'

tnh1.com.br
Repórteres da Globo assumem namoro e jornalista revela traição: 'Madrinha do meu casamento' Globo e SporTV/Reprodução
Publicidade

Renata Heilborn, ex-mulher de Marcelo Courrege, se pronunciou, nesta terça-feira (13), por meio do Instagram, e falou sobre o romance do jornalista, com quem foi casada por 10 anos, com Carol Barcellos, madrinha do matrimônio que aconteceu em 2014. O novo casal assumiu o relacionamento nesta segunda-feira (12).

"Essa é a primeira e última vez que vou me pronunciar sobre as notícias que estão saindo nas mídias (e, infelizmente, com muitas informações falsas)", iniciou Renata nos stories de seu Instagram.

“Fui casada durante 10 anos, no total foram 12 anos de relacionamento. Primeiro ponto: meu casamento não era aberto. Que isso fique muito claro. Segundo: descobri da pior forma possível que meu ex-marido tinha um caso com uma amiga minha, madrinha do meu casamento".

"Casamento, aliás, que não era perfeito. Longe disso. Já estávamos em crise, e eu mesma já havia pedido a separação um ano antes de isso tudo acontecer. Porém, num momento em que estava frágil, após pedir demissão da TV Globo, descobri que ele estava com uma amiga - daquelas confidentes e que eu convivia diariamente", acrescentou.

Renata revelou ter se sentido traída por Carol Barcellos e que foi difícil lidar com a situação, chegando a se colocar como culpada de tudo. "Depois que eu descobri, numa manhã de sexta-feira, saí de casa, e ele foi morar na casa dela e viver sua "paixão". Eu demorei pra ficar bem, pra me refazer da decepção. De imediato, comecei a me culpar, porque abri minha intimidade para uma pessoa que julgava minha amiga. A traição de um amigo abre um buraco muito mais profundo. Mas não era uma opção parar de viver. Eu não merecia isso".

Por fim, Renata agradeceu pelo livramento que teve ao terminar o casamento após descobrir a traição dupla. "Para terminar, vamos lá: Cada um dá o que. E tem gente que não tem nada para dar. Que é vazia, com caráter frágil. Perdi o medo, o trauma ficou e, hoje, só agradeço. Como todo mundo que esbarra comigo diz: 'Foi livramento'. Foi, sim. Daqueles enorme. E, hoje, só agradeço", publicou. 

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.