Seja bem-vindo
Maceió,23/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Com 33 paradas e 148 mil leitos, temporada de cruzeiro 24/25 em Alagoas será a maior da série histórica

De acordo com os dados divulgados pela Clia, a estimativa é de que 14 navios atraquem no Porto de Maceió

secom/AL
Com 33 paradas e 148 mil leitos, temporada de cruzeiro 24/25 em Alagoas será a maior da série histórica Além do acréscimo no número de paradas, o Estado recebeu navios maiores e com rotas mais duradouras. Foto: Lucas Meneses
Publicidade

A Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur) e a Associação Internacional de Linhas de Cruzeiros - Clia (Cruise Lines International Association) anunciaram aumento de leitos ofertados para a temporada 24/25. Dessa forma, o Estado consolida o sucesso da temporada de cruzeiros 2023/2024 no Destino Alagoas em evento que reuniu autoridades locais e representantes do trade turístico alagoano. A estimativa é de que 14 navios cheguem ao Porto de Maceió, fazendo 33 paradas na capital.

 

De acordo com os dados da Clia, a última temporada registrou mais de 141 mil leitos, e a estimativa é de que mais de 148 mil leitos sejam ofertados na temporada 24/25, que inicia em novembro e se estende até abril de 2025.

 

Segundo a secretária de Estado do Turismo de Alagoas, Bárbara Braga, o aumento de cruzeiros representa a capacidade que o Destino Alagoas possui para receber cada vez mais os turistas que chegam ao Estado através do Porto da capital. “Acabamos de encerrar a temporada de cruzeiros 2023/2024, que foi a maior temporada da história de Alagoas. Com o anúncio feito durante a reunião de balanço da temporada, sabemos que a próxima será ainda maior. Isso demonstra o quanto o nosso destino é querido pelos turistas, e o quanto as empresas de cruzeiros apostam no nosso estado. Junto com o Governo de Alagoas temos trabalhado incessantemente para que possamos cada vez mais ampliar a oferta de um turismo responsável e de extrema qualidade aos nossos visitantes”, destacou a secretária.


 

Desempenho histórico da temporada de cruzeiros 23/24 

 

Na temporada 23/24, o Porto da capital alagoana registrou um intenso fluxo de turistas durante os cinco meses de operação dos cruzeiros. Ao todo, foram 10 navios que chegaram ao porto de Maceió, com 28 paradas entre novembro de 2023 e abril de 2024. 

 

Até então, foi a maior temporada de cruzeiro da história de Alagoas. Além do acréscimo no número de paradas, o estado recebeu navios maiores e com rotas mais duradouras.

 

A secretária Bárbara Braga destaca ainda que o sucesso da temporada 23/24 é resultado de todo o trabalho em conjunto para a promoção do Destino Alagoas e o investimento do Governo do Estado no setor do turismo, gerando uma infraestrutura que possa receber todos os turistas que chegam a Alagoas.



 

“Foram inúmeras as conquistas alcançadas no setor e o encerramento da temporada de cruzeiros 23/24 fecha com chave de ouro a alta temporada do Destino Alagoas. Isso demonstra que a parceria público-privada fortalece o turismo do nosso estado e mostra a importância dessas conexões para impulsionar cada vez mais o nosso destino. Os turistas que chegam por meio do Porto da capital movimentam desde a nossa hotelaria, como nossos bares, restaurantes e artesanatos. Esse fluxo vai para além da capital, com as visitas às cidades circunvizinhas outras regiões turísticas são impulsionadas, promovendo o desenvolvimento regional, aquecendo a economia e gerando emprego e renda aos nossos alagoanos”, concluiu a secretária de Estado.

 

Durante toda a temporada, a Setur esteve presente com um balcão de informações para atender os visitantes no Porto de Maceió. Na área de desembarque, promotoras bilíngues, fluentes nas línguas inglesa e espanhola, recepcionaram os cruzeiristas e distribuíram materiais promocionais com informações turísticas do Destino Alagoas. 

 

Impacto econômico para temporada 24/25

 

Segundo estudo feito pela Associação Internacional de Linhas de Cruzeiros (Clia), é estimado que cada turista a bordo gere um impacto financeiro de R$ 606 no local de parada. Diante da pesquisa, se os leitos disponíveis forem ocupados, é esperado que sejam injetados mais de R$ 80 milhões na economia do estado com o fluxo de turistas que chegam através destes cruzeiros.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.