Seja bem-vindo
Maceió,23/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Inscrições para o prêmio Bandeira Azul estão abertas até o dia 10 de maio

Nesta temporada, o programa disponibiliza Manual do Candidato com informações para orientar o preenchimento do questionário obrigatório

jornaldealagoas.com.br
Inscrições para o prêmio Bandeira Azul estão abertas até o dia 10 de maio Brasil conta com 31 praias e 11 marinas premiadas com o selo Bandeira Azul - Foto: Reprodução
Publicidade

Termina no dia 10 de maio o prazo para as praias, marinas e embarcações que desejam concorrer à premiação Bandeira Azul. Os candidatos devem preencher um formulário obrigatório e entregar toda a documentação até a data estipulada. A temporada abrange 2024 e 2025 e desta vez conta com um manual do candidato para auxiliar nas inscrições.

Após o envio dos documentos e respostas, a equipe do Instituto Ambientes em Rede (IAR), operador nacional do Programa Bandeira Azul, avalia as candidaturas e, posteriormente, a documentação dos candidatos pré-aprovados é enviada a um Júri Internacional do Programa Bandeira Azul, responsável pela avaliação final. Os resultados serão divulgados em outubro de 2024.

As inscrições podem ser feitas aqui. O Manual do Candidato pode ser acessado após o registro no site.

Programa


O Bandeira Azul é um reconhecimento internacional concedido a praias, marinas e embarcações que comprovam seu compromisso com o meio ambiente, segurança, educação e turismo sustentável. Para se qualificar para a Bandeira Azul, uma série de critérios com foco em gestão ambiental, qualidade da água, educação ambiental, segurança e serviços, turismo sustentável e responsabilidade social devem ser atendidos, mantidos e comprovados anualmente. Até o momento, o Brasil conta com 31 praias e 11 marinas premiadas com o selo Bandeira Azul.

O Ministério do Turismo apoia o programa institucionalmente desde 2008, além de compor o júri nacional do programa.

“Nosso envolvimento é, principalmente, endossar as boas práticas de gestão de praias que o programa adota”, menciona o coordenador de Sustentabilidade e Ações Climáticas no Turismo, Edson Barros

Para o coordenador, o programa é importante porque possui critérios objetivos e permite o monitoramento das praias pelos municípios e pela sociedade civil.

“Destaco que ele exige análise de qualidade da água, o que acrescenta um aspecto efetivo de sustentabilidade para a praia que se candidata a receber a Bandeira Azul. E se não mantiver os critérios, a praia perde a bandeira. O monitoramento dos critérios é anual”, explica Barros.

Workshop nacional


Nos dias 26 e 27 de abril, o Ministério do Turismo está presente, através do coordenador Edson Barros, no XVII Workshop Nacional Bandeira Azul 2024, que acontece em São Francisco do Sul (SC). O evento é um encontro anual dedicado a proporcionar uma melhor compreensão sobre os critérios do programa e promover intercâmbio entre todos os gestores das praias participantes.

O encontro é obrigatório a todos os candidatos, e é um espaço importante para a troca de experiências e esclarecimento de dúvidas a respeito dos critérios e preparação para a participação do prêmio. Além disso, a programação conta com diversas palestras de representantes do setor, como a do próprio MTur, com o tema “O turismo como setor econômico de baixo carbono e sustentável”.

Para saber mais sobre o evento, acesso o link: https://bandeiraazul.org.br/evento-workshop-nacional-2024-praias/

*Com Ministério do Turismo

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.