Equipe da Secretaria de Saúde de Sergipe vem a Alagoas conhecer os programas Bate Coração e AVC Dá Sinais

Seja bem vindo
Maceió,04/03/2024

  • A +
  • A -
Publicidade
Publicidade

Equipe da Secretaria de Saúde de Sergipe vem a Alagoas conhecer os programas Bate Coração e AVC Dá Sinais

Profissionais observaram o funcionamento do Sistema Join para implantação no estado vizinho

Fonte: secom/AL
Equipe da Secretaria de Saúde de Sergipe vem a Alagoas conhecer os programas Bate Coração e AVC Dá Sinais Trabalho da gestão estadual de Saúde é referência para outros estados e segue sendo exemplo para o Brasil. Foto: Nildo Lopes / Ascom Sesau
Publicidade

Representantes da Secretaria de Estado de Saúde de Sergipe realizaram uma visita técnica a unidades de saúde de Alagoas nesta terça-feira (6), para observar o funcionamento dos Programas AVC Dá Sinais e Bate Coração, que funcionam utilizando o aplicativo de telemedicina Join.



 

Durante a visita, a equipe participou de uma reunião com o secretário de Estado da Saúde, Gustavo Pontes de Miranda. Em seguida, a comitiva se dirigiu até o Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), Hospital do Coração Alagoano (HC Alagoano) e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jacintinho.

 

Para o secretário executivo de Saúde de Sergipe, Vinicius Vilela, Alagoas tem apresentado uma evolução técnica, que serve de exemplo para outras unidades da Federação. “O sistema implantado em Alagoas é eficiente e financeiramente viável, ofertando um atendimento qualificado e célere para pacientes do SUS [Sistema Único de Saúde]”, destacou.



 

Para o secretário Gustavo Pontes de Miranda, é gratificante ver o trabalho da gestão estadual de saúde reconhecido como referência por outros estados. “O trabalho do Governo Paulo Dantas segue sendo exemplo para o Brasil, realizando com esforço e dedicação um avanço inédito na saúde alagoana, que já é reconhecida pelos alagoanos”, destacou.

 

O secretário executivo de Gestão Interna da Sesau, Éder Correia, explicou que os programas AVC Dá Sinais e Bate Coração funcionam com o aplicativo de telemedicina Join, que são integrados às UPAs, hospitais e ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Com isso, a triagem e definição de condutas acontecem de forma mais rápida e efetiva, agilizando o tratamento do paciente e minimizando os riscos de sequelas e óbitos.

 

“Os dois programas têm como objetivo reduzir a morbimortalidade, assegurando o acesso à atenção e ao cuidado assistencial médico, além de garantia de continuidade da atenção integral, iniciada no âmbito da atenção primária à saúde, até a atenção secundária e terciária, incluindo as ações de reabilitação”, explicou Éder Correia.

 

Já o diretor geral do Hospital do Coração Alagoano, Otoni Veríssimo, destacou que o investimento em tecnologia tem sido uma marca da gestão estadual de saúde em Alagoas. “O Governo do Estado, na figura do governador Paulo Dantas, tem como norte o investimento em tecnologia para assegurar o melhor atendimento à população”, ressaltou.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha